Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo mostra menino cantando parabéns pouco antes de chacina na grande BH

    Imagens, cedidas pela Rádio Itatiaia, mostram o menino com familiares antes do crime

    Vídeo mostra menino Heitor momentos antes de chacina em BH
    Vídeo mostra menino Heitor momentos antes de chacina em BH Cedidas/Rádio Itaiaia

    Da CNN

    São Paulo

    Um vídeo de uma festa infantil mostra o menino Heitor Felipe, de 9 anos, cantando “parabéns” minutos antes da chacina que o vitimou. O pai de Heitor e outra criança, de 11 anos, também foram mortos na ação dos bandidos. A polícia acredita que o crime tenha relação com disputa de traficantes, já que o homem morto tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

    Nas imagens, é possível ver Heitor cantando parabéns ao lado de outras duas pessoas. A temática da festa era sobre futebol. Heitor foi jogador da base do Atlético-MG, que lamentou a morte do menino nas redes sociais. As imagens foram cedidas pela Rádio Itatiaia.

    Veja o vídeo:

    O caso

    Um tiroteio em uma festa infantil deixou três pessoas mortas e outras três feridas na noite da última quinta-feira (23) em Ribeirão das Neves (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte. Entre as vítimas da chacina estavam o aniversariante, de 9 anos, e o pai dele, de 26. A outra criança morta tinha 11 anos.

    Uma adolescente de 13 anos e duas mulheres, de 19 e 41 anos, foram feridas e levadas a um hospital da região.

    Segundo a Polícia Militar, a família das vítimas informou que o homem assassinado tinha envolvimento com tráfico de drogas e recebia ameaças de morte dos traficantes da região.

    A mãe da aniversariante disse à PM que um dos homens entrou no local quando a festa já estava no fim e começou a atirar. A mulher foi em direção ao atirador e eles entraram em luta corporal, no momento em que outro indivíduo chegou e fez mais disparos.

    Os criminosos fugiram do local em seguida. Um deles, um homem de 23 anos, foi localizado em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município de vizinho de Contagem com ferimentos por arma de fogo e foi autuado em flagrante por triplo homicídio qualificado. O outro suspeito foi identificado, mas ainda não foi preso.

    Não há informação sobre o estado de saúde dos sobreviventes.

    Tópicos

    Tópicos