Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vítima de estupro usa aplicativo de delivery para pedir ajuda

    Mulher apresentava lesões; agressor foi preso

    Casos de estupro crescem em São Paulo; imagem ilustrativa
    Casos de estupro crescem em São Paulo; imagem ilustrativa Marcello Casal Jr/Agência Brasil

    Dayres VitoriaCatarina Nestlehnerda CNN* em São Paulo

    Uma mulher, vítima de estupro e agressões, utilizou um aplicativo de delivery de comidas para pedir socorro. O caso ocorreu na última segunda-feira (8) em Curitiba (PR). As mensagens, incluídas em um pedido feito pela vítima a um restaurante, informavam sobre a agressão sexual cometida pelo ex-companheiro.

    Segundo a delegada responsável pelo caso, Emanuele Siqueira, a vítima pediu auxílio pelo aplicativo e a atendente do restaurante acionou a Polícia Militar. Quando os policiais chegaram ao local, confirmaram a situação de violência. 

    Segundo a delegada, a mulher apresentava lesões e aceitou realizar exames. “Ela relatou que sofreu violência sexual na última segunda e na sexta-feira da semana passada”, afirmou.  

    A delegada diz, ainda, que tanto a mulher quanto a filha dela recebiam ameaças para que não procurassem ajuda.

    “É muito importante que a mulher em situação de violência peça ajuda, não importa como, que ela peça socorro, acione qualquer vizinho, amigo, conhecido para acionar a polícia e que conduza esse agressor para a delegacia mais próxima”, alertou a delegada.

    O homem foi preso em flagrante por estupro e aguarda audiência de custódia. 

    (*Sob supervisão de Felipe Andrade)