Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia Civil prende em Goiânia suspeito de matar professor no Rio

    Crime aconteceu na última terça-feira (13) em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio

    Polícia Civil prende em Goiânia suspeito de matar professor no Rio
    Polícia Civil prende em Goiânia suspeito de matar professor no Rio Reprodução

    Rafael Villarroelda CNN*

    Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Niterói, região metropolitana do Rio, e da Delegacia de Investigação de Homicídios de Goiás prenderam nesta quarta-feira (14) o suspeito de matar um professor. O crime ocorreu na terça (13), em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

    Segundo a investigação, as polícias de Goiás e do Rio identificaram que o suspeito estaria se deslocando para Anápolis, no interior goiano, onde ele teria parentes.

    Agnaldo de Mesquita foi preso em flagrante em um ônibus, enquanto ia em direção ao interior goiano.

    Conforme a polícia, o professor Cláudio Cardoso e o suspeito moravam em São Gonçalo e mantinham uma relação íntima de afeto, que possuía desentendimentos e discussões.

    Já na madrugada do dia 12 (segunda) para 13 (terça) de fevereiro, após mais uma discussão, Agnaldo esganou Cláudio, após golpeá-lo no pescoço.

    Após matá-lo, ocultou o corpo na cisterna da casa, além de furtar e vender um notebook da vítima. Logo depois, fugiu sentido Anápolis-GO.

    Após ser interrogado, o suspeito confessou os crimes.

    Além da acusação de homicídio, Agnaldo também tinha mandado de prisão expedido pela Justiça de Goiás por furto qualificado.

    Ele foi encaminhado ao sistema prisional e ficará à disposição da Justiça.

    *Sob supervisão