Secretários e direção do PSDB são informados de que Doria mantém renúncia e candidatura ao Planalto

Movimento ocorre após governador de SP ter dado um xeque-mate no partido, ameaçando implodir todos os acordos feitos previamente por falta de apoio interno para permanecer na disputa pelo Planalto

Daniela LimaIuri PittaRenata Agostinida CNN

Ouvir notícia

Integrantes do governo de São Paulo e da direção do PSDB foram informados de que o governador João Doria decidiu renunciar ao mandato no estado e manter sua pré-candidatura ao Planalto.

O movimento ocorre após o paulista ter dado um xeque-mate no partido, ameaçando implodir todos os acordos feitos previamente por falta de apoio interno para permanecer na disputa pelo Planalto.

A ameaça de Doria, de permanecer do governo, acabando com toda a construção de candidaturas no maior colégio eleitoral do país, provocou uma onda de reações.

A mais forte delas foi uma carta assinada pelo presidente do partido, Bruno Araújo, garantindo a candidatura de Doria no PSDB.

Pesou também a decepção do vice-governador, Rodrigo Garcia, pré-candidato da sigla ao Palácio dos Bandeirantes, com o gesto de Doria.

Garcia foi avisado de que o governador estava repensando seus passos na noite de ontem (30). Doria vai formalizar a decisão em entrevista coletiva, hoje, às 16h.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Veja os possíveis pré-candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN