Para evitar constrangimentos, Weintraub decide não ir à posse de Fábio Faria

A posse de Faria está marcada para 11 horas desta quarta-feira

Por Igor Gadelha, CNN  
17 de junho de 2020 às 08:04 | Atualizado 17 de junho de 2020 às 11:20

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, decidiu não comparecer à posse do novo ministro das Comunicações, Fábio Faria, na manhã desta quarta-feira (17), no Palácio do Planalto.

À CNN, aliados do titular do MEC dizem que ele optou por não ir à cerimônia para evitar “constrangimento” com outras autoridades que pressionam o Planalto por sua demissão e estarão presentes no evento.

Entre essas autoridades estão o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e alguns ministros do Supremo Tribunal Federal, entre eles, o presidente da Corte, Dias Toffoli.

Leia também:
Posto diplomático em Portugal pode ser ‘saída honrosa’ para Weintraub
Ações da PF colocam em xeque 'solução Weintraub' para trégua com STF

Era justamente para evitar esse constrangimento que auxiliares de Jair Bolsonaro (sem partido) defendiam que o presidente tivesse definido o destino de Weintraub ainda nesta segunda-feira (16), o que acabou não ocorrendo. 

A posse de Faria está marcada para 11 horas desta quarta-feira. De acordo com a agenda oficial divulgada pelo MEC, Weintraub estará em “despachos internos” das 9h30 até o meio dia.