Meio Ambiente anuncia suspensão do combate ao desmatamento na Amazônia


Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
28 de agosto de 2020 às 17:50 | Atualizado 28 de agosto de 2020 às 19:36

O Ministério do Meio Ambiente anunciou que irá suspender na próxima segunda-feira (31) todas as atividades de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e as operações de combate às queimadas no Pantanal.

O governo federal, porém, voltou atrás. Segundo apurou a CNN, os recursos foram liberados no sistema na noite desta sexta. Com a decisão, os trabalhos estão mantidos.

A pasta, comandada por Ricardo Salles, disse que foi notificada de um bloqueio de R$ 60 milhões no orçamento e, por isso, não tinha como manter as atividades em andamento.

Leia também:

Mourão: Amazônia é 'desculpa pobre da Alemanha' para vetar acordo com Mercosul

Em 15 dias, Pantanal supera queimadas registradas em agosto de 2019

Foco de calor ao lado de área desmatada em Alta Floresta, Mato Grosso

Foco de calor ao lado de área desmatada em Alta Floresta, Mato Grosso

Foto: Christian Braga/Greenpeace (9.jul.2020)

De acordo com uma nota publicada pelo ministério, ao buscar reverter a situação com a equipe econômica, o Ministério da Economia informou que o corte foi decidido pela Casa Civil, de Braga Netto, e pela Secretaria de Governo, de Luiz Eduardo Ramos.

O ministério do Meio Ambiente diz ainda que a proposta do governo para o ano que vem corta R$ 120 milhões do orçamento desses órgãos, o que vai inviabilizar as atividades de preservação.