Aprovação de Bolsonaro sobe para 40%, segundo pesquisa CNI/Ibope

Porcentagem de brasileiros que consideram governo bom ou ótimo foi de 29% em dezembro para 40%

da CNN*
24 de setembro de 2020 às 15:14 | Atualizado 24 de setembro de 2020 às 19:14

A taxa de aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro cresceu, segundo uma pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira (24). O número de brasileiros que consideram a gestão boa ou ótima subiu para 40% ante os 29% registrados em dezembro, enquanto os que avaliam como ruim ou péssima caíram para 29%, ante os 38% registrados na útlima pesquisa.

Leia também:

Fim do auxílio emergencial pode desacelerar retomada econômica, avalia Copom

Auxílio emergencial é endividamento, não dinheiro do povo, diz Bolsonaro

A popularidade do chefe do Executivo cresceu principalmente entre os entrevistados com menor grau de escolaridade. Entre os que estudaram até a oitava série do ensino fundamental, os que avaliam bem o governo foram de 25% para 44%.

Outra faixa em que a aprovação cresceu significantemente foi entre a população com renda familiar de até um salário mínimo, subindo de 19%, em dezembro de 2019, para 35%. 

O gerente-executivo de economia da CNI, Renato da Fonseca, considerou que o auxílio emergencial teve papel importante nessa mudança. 

“Aparentemente, o auxílio emergencial teve um papel importante na melhora da avaliação do governo Jair Bolsonaro, como reflete o crescimento na aprovação das ações de combate à fome e à pobreza”, afirmou em comunicado publicado pela CNI. 

A parcela de brasileiros que dizem confiar no presidente foi de 41% a 46%. No entanto, a taxa ainda é menor dos que dizem não confiar, que totalizam 51%. 

A pesquisa ouviu 2.000 pessoas entre 17 e 20 de setembro em 127 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 

(Com informações da Reuters)