Crivella procura PSL em busca de apoio no Rio

Deputado Luiz Lima (PSL) terminou a disputa com quase 7% dos votos e declarou que irá ficar neutro na disputa

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
16 de novembro de 2020 às 15:48 | Atualizado 16 de novembro de 2020 às 16:13


 

A campanha do candidato à reeleição Marcelo Crivella (Republicanos) abriu conversas com o PSL em busca de apoio para o segundo turno das eleições municipais no Rio. O candidato da legenda à prefeitura, deputado federal Luiz Lima, terminou a disputa com quase 7% dos votos e declarou que irá ficar neutro na disputa. Mas políticos da legenda foram procurados ainda no domingo, antes do fim da apuração, por integrantes da campanha de Crivella em busca de declaração de voto no segundo turno. 

Leia e assista também

Quem os candidatos derrotados vão apoiar no 2º turno no Rio de Janeiro

Câmara do Rio terá renovação de um terço e maior presença feminina

Uma reunião ainda nesta segunda-feira (16) está prevista para acertar detalhes do acordo. No PSL, há uma corrente que defende o apoio a Crivella, e outro grupo que é mais próximo de Eduardo Paes (DEM). O mesmo debate foi travado pelo partido antes das eleições, quando a legenda especulou lançar candidatos a vice nas duas chapas - acabou lançando candidatura própria. 

A avaliação da campanha de Crivella é de que PT e PSOL irão declarar algum tipo de apoio a Eduardo Paes, seja declaração explícita de voto ou defesa de um “voto crítico”. Na esteira do sucesso eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, o PSL foi o partido que mais elegeu deputados estaduais e federais no Rio em 2018 - mas fez apenas apenas um vereador na capital fluminense nas eleições deste ano.