Estar no mesmo partido não é comungar ideias idênticas, diz Leite sobre Doria

Governador do Rio Grande do Sul falou sobre disputa interna no PSDB sobre eleições de 2022

Da CNN, em São Paulo
11 de fevereiro de 2021 às 16:09 | Atualizado 11 de fevereiro de 2021 às 17:33

 

Em entrevista à CNN, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, falou sobre a disputa interna no PSDB, com o governador João Doria, visando as eleições de 2022. Segundo ele, o governador de São Paulo tem sua “forma de fazer política” e que estar no mesmo partido não significa que os dois compartilham das mesmas ideias.

O governador gaúcho disse que a discussão no partido será feita no "no momento certo". “Estar no mesmo partido não significa comungar ideias idênticas. O governador João Doria tem sua forma de fazer política e tem se manifestado de forma contundente contra Bolsonaro", disse. 

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB)
Foto: CNN (08.dez.2020)

"Tenho convergência com Doria no sentido de modernizar a máquina pública, com parceria com setor privado, na melhoria no ambiente de negócios. Temos mais coisas que nos unem do que nos separa. Mas cada um de nós temos nosso estilo", acrescentou.

Leite também respondeu sobre o fato de ter citado a aliança entre Doria e Bolsonaro nas eleições de 2018 e disse que também declarou voto para o atual presidente de forma crítica para impedir uma vitória do PT. 

Sobre qual deve ser o posicionamento do PSDB em relação ao governo Leite disse que o foco do partido deve ser em ações que impactam diretamente na vida dos cidadãos.

“O foco de toda nossa atuação deve ser no que vai resultar na melhoria da vida das pessoas. Não devemos atuar politicamente em relação a um governo por um interesse eleitoral partidário para o próximo pleito, mas de que forma nossas ações vão refletir na vida das pessoas.”

(Publicado por Leonardo Lellis)