Humberto Costa: Ninguém vai sofrer 'inquisição' na CPI da Pandemia

Na terça-feira (4), os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich serão os primeiros a prestar depoimento

Produzido por Rudá Moreira, da CNN em Brasília
03 de maio de 2021 às 15:10

Em entrevista à CNN nesta segunda-feira (3), o senador Humberto Costa (PT-PE), integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, falou ser esperado que a base do governo tente desviar o foco da comissão, que ouvirá os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich nesta terça (4).

“O objetivo da CPI é investigar e descobrir tudo o que aconteceu e por que aconteceu, principalmente. Ninguém lá vai sofrer uma inquisição, mas não vai ter uma vida boa. Eu imagino que vai haver uma disputa forte entre a base do governo, que vai tentar de um lado, eu diria, desviar o centro da CPI, que é investigar a ação do governo federal [no combate à pandemia]”, disse.

Para o petista, a base do governo vai querer transformar a CPI em uma delegacia de polícia para investigar prefeitos e governadores. “[Eles] serão investigados, mas obviamente não pode ser algo mais importante que a avaliação da postura do governo federal. E outros tentarão, na minha avaliação, tumultuar um pouco o processo para que ele não avance”, continuou o senador.

Senador Humberto Costa (PT-PE), integrante da CPI da Covid-19
Senador Humberto Costa (PT-PE), integrante da CPI da Covid-19, falou sobre início dos trabalhos
Foto: CNN Brasil (27.abr.2021)