Sem voto auditável, Lula venceria em 2022 'pela fraude', afirma Bolsonaro

Presidente falou sobre as eleições do ano que vem em discurso a apoiadores neste sábado (15)

Murilo Henrique Santana Da CNN, em São Paulo
15 de maio de 2021 às 19:41

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou neste sábado (15) que, "sem voto auditável", o ex-presidente Lula vencerá as eleições de 2022 "pela fraude". Ele participou de uma manifestação a favor do governo, em Brasília, organizada pelos movimentos Brasil Verde e Amarelo e Marcha da Família Cristã.

"Se tiraram da cadeia o maior canalha da história do Brasil, se para esse canalha foi dado o direito de concorrer.... O que me parece é que, se não tivermos o voto auditável, esse canalha, pela fraude, ganha as eleições do ano que vem", declarou, para delírio dos apoiadores.

 "Não podemos admitir um sistema eleitoral que é passível de fraude. Tenho dito, se nosso Congresso Nacional aprovar a PEC do Voto Auditável da Bia Kicis e ela for promulgada, teremos voto impresso em 22", continuou o presidente.

Jair Bolsonaro discursa para apoiadores em Brasília (15.Mai.2021)
Foto: Reprodução/CNN

A CNN procurou o ex-presidente Lula para saber seu posicionamento a respeito das declarações de Bolsonaro, mas não obteve retorno até a última atualização deste texto.