Nomes de parques e instituição cultural vão homenagear Bruno Covas

Parque Augusta e espaço linear do Novo Rio Pinheiros são alguns dos locais que receberão o nome do político

Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo
22 de maio de 2021 às 20:06
Bruno Covas, em 2020, como candidato à prefeitura de São Paulo
Bruno Covas, em 2020, como candidato à prefeitura de São Paulo
Foto: Valério Gonçalvez/Estadão Conteúdo

Bruno Covas (PSBD), prefeito de São Paulo, que morreu no último domingo (16), aos 41 anos, será homenageado em obras e projetos no estado. Na capital, o Parque Augusta, na região central, será renomeado em homenagem político, assim como o parque linear do Novo Rio Pinheiros, sob a administração João Doria (PSDB), e a Fábrica de Cultura, em São Bernardo do Campo.

Em visita ao Parque Augusta neste sábado (22), o prefeito Ricardo Nunes (MDB) afirmou que a entrega da obra no centro paulista foi antecipada de agosto para junho e vai se chamar Parque Augusta Bruno Covas. O parque era uma das principais marcas na gestão de Covas, que assinou a escritura da transferência de posse ao município em abril de 2019.

Previsto para ser entregue até dezembro do ano passado, o Parque Augusta teve as obras paralisadas em janeiro a pedido do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que considerou o local de "grande potencial arqueológico". Poucos meses depois, a área de 23 mil m² foi declarada "sítio arqueológico" após a descoberta de artefatos dos séculos 19 e 20 durante as escavações.

Também na capital, o Parque Linear, parte do complexo de lazer do programa Novo Rio Pinheiros, receberá o nome de Bruno Covas. O governo do estado de São Paulo pretende despoluir o rio até o final do próximo ano. A previsão é de que as obras sejam entregues até fevereiro, na margem oeste entre a sede do Pomar Urbano e a Ponte Cidade Jardim, em uma área de aproximadamente 8,2 mil metros de extensão.

Na última quarta-feira (19), o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), sancionou uma lei para renomear a Fábrica de Cultura do município em homenagem ao ex-prefeito de São Paulo. "É uma homenagem ao meu amigo Bruno Covas, que deixou um legado de realizações para a cultura e aos jovens", declarou Morando, durante a cerimônia de assinatura.

Missa de 7º dia reúne familiares e políticos

Realizada neste sábado (22), a missa de sétimo dia da morte de Bruno Covas reuniu familiares, amigos e companheiros políticos. Durante a cerimônia, Ricardo Nunes (MDB), novo prefeito da capital, destacou em breve discurso a resiliência do colega ao longo do tratamento e afirmou que a sua postura é um "exemplo para todos nós".

A missa foi presidida pelo cardeal Dom Odilo Scherer e realizada na Catedral da Sé, no centro de São Paulo. O evento contou apenas com a presença de convidados, que seguiram regras de distanciamento e uso de máscaras ao longo de toda a cerimônia, em razão da pandemia de Covid-19.

Com informações do Estadão Conteúdo.