Líder da oposição quer que PGR investigue Bolsonaro para apurar compra de vacina

Molon afirmou também que encaminhará a proposta de criação de uma CPI para investigar compras na áreas da saúde

Fernando Molica
Por Fernando Molica, CNN  
23 de junho de 2021 às 13:44
Presidente Jair Bolsonaro durante anúncio do programa "Adote um Parque" - (Brasí
Presidente Jair Bolsonaro durante anúncio do programa "Adote um Parque" - (Brasília - DF, 12/05/2021)
Foto: Alan Santos/PR

 Líder da oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (PSB-RJ), disse que pedirá à Procuradoria-Geral da República investigação sobre o processo de compra da vacina Covaxin - segundo ele, a apuração terá que investigar o papel do presidente Jair Bolsonaro na negociação.

Molon afirmou também que encaminhará a proposta de criação de uma CPI para investigar compras na áreas da saúde.  Para o parlamentar, as afirmações do deputado Luis Miranda (DEM-DF) à CNN são "gravíssimas". 

Na entrevista, Miranda afirmou que, no dia 20 de março, entregou ao presidente da República o que classificou de "provas contundentes" das irregularidades. Segundo ele, seu irmão, Luis Ricardo Fernandes Miranda, o acompanhou na conversa com Bolsonaro. 

Funcionário do Ministério da Saúde, Fernandes Miranda disse ao Ministério Público Federal que fora pressionado para agilizar o processo de compra da vacina indiana.
Molon afirmou que também pedirá ao Tribunal de Conas da União que investigue as negociações em torno da vacina.