Molica: Ida de Ciro Nogueira para Casa Civil deve consolidar poder do Centrão

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista Fernando Molica analisou possível indicação do presidente do Progressistas a ministério de Jair Bolsonaro

Da CNN, em São Paulo
21 de julho de 2021 às 10:21

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (21), Fernando Molica repercutiu a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre "mudanças ministeriais" para a próxima semana. Bolsonaro deverá nomear o senador Ciro Nogueira, presidente do Progressistas, para a Casa Civil, de acordo com apuração do analista de política da CNN Caio Junqueira e da repórter Bárbara Baião.

"Esse é um movimento esperado de fortalecimento do Centrão, aquele grupo de partidos que se classifica como de centro, que são conservadores de centro-direita, e, de modo geral, estão sempre presentes nos governos: estiveram no governo do PT, de Michel Temer e, agora, no governo de Jair Bolsonaro", afirmou o jornalista. 

"Esse grupo é essencial para a governabilidade, eles são numerosos e ficam como fiel da balança, não têm muito compromisso ideológico. O problema deles é a ocupação de cargos na administração pública, o recolhimento de vantagens, as tais emendas parlamentares."

"Essa eventual ida do senador Ciro Nogueira seria a consolidação do poder do Centrão num momento em que o governo se mostra fragilizado, em que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro vem caindo e todas as pesquisas recentes mostram isso. Há também as denúncias levantadas na CPI da Pandemia, problemas na economia. Tudo isso gera momento de instabilidade para o presidente da República e ele precisa reforçar a sua base", analisou Molica.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (21.jul.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.