Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    À CNN, ministra critica projeto que criminaliza aborto após 22 semanas de gestação

    "Não podemos aceitar que o pouco que nós temos de garantia de direito para meninas e mulheres seja destruído nesse momento", disse Cida Gonçalves

    Da CNN São Paulo

    A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, criticou o projeto de lei que equipara o aborto realizado após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio.

    Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (13), a ministra afirmou que o presidente Lula já havia sinalizado, durante a campanha, que não alteraria a legislação sobre aborto. Ela reiterou que seu papel é defender a vida das mulheres e evitar que sejam criminalizadas por uma prática que é legal no país.

    “Nós não podemos aceitar que o pouco que nós temos de garantia de direito para meninas e mulheres seja destruído nesse momento”, declarou a ministra, acrescentando que o governo não pretende mexer no Código Penal vigente desde 1940.

    Segundo a ministra, o projeto aumenta a pena para mulheres que realizarem aborto legal, já previsto no Código Penal desde 1940, para até 20 anos de prisão enquanto estupradores podem pegar até 12 anos.

    Os textos gerados por inteligência artificial na CNN Brasil são feitos com base nos cortes de vídeos dos jornais de sua programação. Todas as informações são apuradas e checadas por jornalistas. O texto final também passa pela revisão da equipe de jornalismo da CNNClique aqui para saber mais