A pedido de Queiroga, Pfizer transfere evento de SP para Brasília

Conversas entre farmacêuticas e o ministério para a realização do evento vêm acontecendo há pelo menos 20 dias

Kenzô Machidada CNN

Brasília

Ouvir notícia

O pedido para que a cerimônia de assinatura do acordo entre a Pfizer e a Eurofarma ocorresse em Brasília foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na semana passada.

De acordo com a apuração da CNN, a cerimônia estava prevista para acontecer na fábrica da farmacêutica, em Itapevi, no interior paulista — seguindo o mesmo protocolo de eventos semelhantes.

As conversas entre as farmacêuticas e o ministério para a realização do evento vêm acontecendo há pelo menos 20 dias. Com a assinatura do acordo, Pfizer e Eurofarma começarão a fabricar as doses de vacina a partir de 2022. A produção anual deverá ser de 100 milhões de doses, com distribuição exclusiva para a América Latina.

De acordo com relatos feitos à CNN, a expectativa das farmacêuticas é dar início a produção em larga escala já no começo do ano que vem. Pfizer e Eurofarma passam a ser mais um fornecedor para o Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Nesta semana o Ministério da Saúde já anunciou o reforço vacinal para pessoas com mais de 70 anos e imunodeprimidas a partir de 15 de setembro, utilizando prioritariamente a Pfizer como terceira dose.

A pasta dará início a vacinação de adolescentes de 12 a 16 anos sem comorbidades a partir de setembro e estuda aplicar um reforço em todas as pessoas que tomaram as duas doses da Coronavac.

Mais Recentes da CNN