Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    AGU pede ao STF que Receita tenha acesso a mensagens da Operação Spoofing

    O pedido da AGU foi feito dentro de uma ação em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conseguiu acesso às mensagens

    Ministro Ricardo Lewandowski, do STF, decidirá se mensagens serão compartilhadas com a Receita
    Ministro Ricardo Lewandowski, do STF, decidirá se mensagens serão compartilhadas com a Receita Foto: Reprodução/Flickr

    Gabriela Coelho, da CNN, em Brasília

    A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu nesta quarta-feira (17) ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), o compartilhamento com a Receita Federal de mensagens apreendidas na Operação Spoofing, que investiga a ação de hackers que invadiram celulares de autoridades. 

    O pedido da AGU foi feito dentro de uma ação em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conseguiu acesso às mensagens. Após a decisão, outras autoridades também pediram à Corte acesso às mensagens. 

    A AGU fez o pedido após um ofício do secretário Especial da Receita, José Barros Tostes Neto, que informou que nas mensagens “aparecem referências à Receita Federal e a seus servidores.”

    Mais cedo, Lewandowski negou um pedido do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ), que também buscava garantir acesso às mensagens anexadas em ação penal. 

    Em julho de 2019, a operação prendeu suspeitos de invadir celulares do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro e de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba.