Alckmin declara apoio a França em evento do PSB em São Paulo

PT tenta demover ex-governador do PSB da candidatura ao governo paulista

Tainá Falcãoda CNN

Ouvir notícia

Após discutir diretrizes da chapa que compõe com ex-presidente Lula com partidos de esquerda, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB) declarou apoio a Marcio França, ao discursar ontem (21) no Encontro Nacional do PSB, na Câmara Municipal de Osasco, São Paulo, com a presença de cerca de 200 pessoas.

No vídeo ao qual a CNN teve acesso, Alckmin compõe uma mesa de lideranças do partido. Ao fundo, a imagem de França e Alckmin com o slogan “São Paulo unido”.

“Aqui em São Paulo, nosso líder tem nome e sobrenome: Marcio França. Estamos junto, viu, Marcio. É Marcio aqui e Lula lá”, diz.

Apesar das investidas petistas para uma desistência da disputa, o ex-governador do PSB apresenta-se como candidato ao Palácio dos Bandeirantes.

Integrantes da campanha de Fernando Haddad (PT) confessam que estão em compasso de espera por conta da indefinição em torno da disputa. Para desistir da disputa, França poderá escolher entre a vice e o Senado – esta última opção tida como mais provável.

O presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que “nada está adiantado” ao comentar prazo para negociações sobre chapas estaduais. Siqueira acredita, no entanto, que o assunto será resolvido até a próxima semana.

A campanha do Haddad também espera gesto de aproximação. Fernando Haddad vai contar com Geraldo Alckmin para uma visita a uma cooperativa de assentados e agricultores familiares, na cidade de Andradina, São Paulo.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN