Alexandre Garcia: Parece que faltou ética a Kajuru por divulgar áudios

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista repercutiu a divulgação de áudios de conversa do senador Jorge Kajuru com o presidente Jair Bolsonaro

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (13), Alexandre Garcia repercutiu a divulgação de áudios de uma conversa do senador Jorge Kajuru com o presidente Jair Bolsonaro. No áudio revelado por Kajuru, Bolsonaro chega a dizer que “sairia na porrada” com o senador Randolfe Rodrigues, que pediu a CPI da Covid.

“Se eu for ligar para qualquer pessoa, depois de me identificar, eu vou dizer: ‘olha, eu pretendo gravar esse telefonema, eu posso?’. Aí a conversa se desenrola. Porque há uma diferença. Se estou conversando na intimidade, eu uso termos, falo ‘vou dar porrada’, ou seja, ‘vou bater boca com ele’, obviamente não estou dizendo que vou dar soco na cara dele. Se eu souber que está sendo gravado, uso uma linguagem mais formal”, disse Garcia.

“Quando terminar a conversa, eu pergunto: ‘posso publicar o que gravei?’. Isso é a coisa mais comezinha da ética e do caráter. Se eu conversar com o presidente da República, isso se potencializa. Então, o Kajuru, se tem a autorização e fez essas perguntas ao presidente, é só mostrar. O presidente autorizou a posteriori“, completou o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (13.abr.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN