Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Anitta ironiza moção de repúdio de deputados por show com Madonna: “Acordei arrasada”

    Cantora participou de apresentação ao lado de estrela pop, no Rio de Janeiro; “vai trabalhar, gente”, disse aos deputados

    Anitta durante apresentação de turnê, em Los Angeles (EUA); cantora reagiu nas redes sociais
    Anitta durante apresentação de turnê, em Los Angeles (EUA); cantora reagiu nas redes sociais Reprodução/Anitta/Instagram

    Da CNN

    São Paulo

    A cantora Anitta ironizou a moção de repúdio aprovada por deputados federais, nesta semana, contra ela, a também cantora Pabllo Vittar e a cantora americana Madonna devido a um show realizado no Rio de Janeiro no início do mês.

    “Acordei arrasada, desolada, sem chão…”, ironizou Anitta, em vídeo publicado na aba de stories de seu perfil no Instagram, neste sábado (25). “Fico impressionada com o tempo que essa galera tem para essas coisas”, acrescentou.

    O requerimento de moção foi protocolado pela deputada federal Chris Tonietto (PL-RJ), “em razão do vilipêndio à fé da maioria da população brasileira, e do conteúdo nocivo apresentado, de forte viés erótico”, apresentado no show, segundo a justificativa do pedido.

    A moção diz que o show foi realizado “durante um momento extremamente delicado para toda a nação, comovida com a tragédia natural resultante das fortes chuvas no Rio Grande do Sul”.

    “A realização de tal evento com recursos públicos representa um vergonhoso episódio de descaso para com os valores e as necessidades de nosso povo, e merece dura repreensão por parte do Parlamento brasileiro”, afirma o texto.

    A moção foi aprovada no âmbito da Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados, na quarta-feira (22). O requerimento não tem efeitos práticos, servindo apenas para expressar manifestações da Casa.

    Anitta questionou se não não valeria aos deputados “gastarem esse tempo ajudando as famílias no Rio Grande do Sul”, em um momento em que o assunto não é mais “trend” da internet e as ajudas de fora estão caindo.

    “Vai trabalhar, gente”, disse Anitta aos deputados, via redes sociais. “Eu mesmo só tive tempo de ver isso agora. Vão arrumar o que fazer, fingir que estão trabalhando, sei lá”, exclamou, chamando o requerimento de “babaquice”.

    Além das cantoras, o governador Cláudio Castro (PL) e o prefeito Eduardo Paes (PSD) foram incluídos na moção de repúdio. Cristiane Lopes (União-RO), Clarissa Tércio (PP-PE), Dr. Allan Garcês (PP-MA) e Julia Zanatta (PL-SC) também assinaram o requerimento.

    O show gratuito de Madonna, que encerrou a turnê que celebra os 40 anos da carreira da estrela do pop, teve participação de Anitta e Pablo. 1,6 milhão de pessoas viram a apresentação na praia de Copacabana, segundo a Prefeitura do Rio.