ANS autua, pela segunda vez, a Prevent Senior

Esse segundo auto de infração foi lavrado nesta terça-feira (6), um dia antes do depoimento do presidente da ANS, Paulo Rabello, à CPI da Pandemia

Operadora foi autuada pela segunda vez
Operadora foi autuada pela segunda vez RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Raquel Landim

Ouvir notícia

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autuou, pela segunda vez, a operadora de saúde Prevent Senior. O órgão encontrou indícios de que a Prevent coagiu médicos a prescreverem o “kit Covid”. A operadora agora tem 14 dias para apresentar a sua defesa. A informação foi confirmada pela ANS.

Esse segundo auto de infração foi lavrado nesta terça-feira (6) à noite, um dia antes do depoimento do presidente da ANS, Paulo Rabello, à CPI da Pandemia. Rabello disse hoje aos senadores que vai indicar em breve um diretor técnico para fiscalizar a empresa.

Na semana passada, a ANS já havia autuado a Prevent por supostamente ter tratado pacientes, sem sua concordância, com remédios que os estudos científicos já comprovaram que não tem eficácia contra a Covid-19, como cloroquina e ivermectina.

Desde que o escândalo veio a público, a ANS procurou médicos, ex-médicos e pacientes da Prevent para apurar as denúncias. Mais de 100 profissionais foram procurados, mas apenas quatro aceitaram falar. Três confirmaram que foram forçados a prescrever o “kit Covid”.

Em nota, a Prevent informou que “não tomou conhecimento oficial da decisão da ANS nem da segunda autuação mencionada”. A empresa diz que apresentou à agência documentos que atestam que “sempre atuou dentro dos princípios éticos e das normas regulatórias”.

Mais Recentes da CNN