Aprovação do Ministério da Saúde é mais que dobro da de Bolsonaro, diz pesquisa

A aprovação da atuação do Ministério da Saúde no enfrentamento ao coronavírus é de 76%; a de Jair Bolsonaro, 33%

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em cerimônia no Planalto
O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em cerimônia no Planalto Foto: Adriano Machado/Reuters (1º.ago.2019)

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada nesta sexta (3) pelo diário “Folha de S. Paulo” indica que a aprovação do trabalho do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, subiu 21 pontos porcentuais desde o último levantamento, feito entre 18 e 20 de março. O trabalho de Mandetta é aprovado por 76% da população — mais que o dobro da aprovação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atualmente em 33%. A aprovação de Mandetta no levantamento anterior era de 55%.

A desaprovação ao trabalho de Mandetta também caiu. Os que analisam como ruim ou péssimo foram de 12% para 5%. Responderam que a condução é regular 18% dos entrevistados, ante 31% da pesquisa anterior. Os que não sabiam foram de 2 para 1%.

O porcentual da população que considera a conduta de Bolsonaro ruim ou péssima subiu seis pontos porcentuais — de 33% para 39%. Entre os que consideram bom ou ótimo o trabalho do presidente, o número oscilou de 35% para 33%.

A cifra está dentro da margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento ouviu 1.511 pessoas por telefone entre 1º e 3 de abril.

Outros 25% qualificavam a conduta de Bolsonaro como regular, agora são 26%. Os que não sabem foram de 5 para 2%.

Bolsonaro criticou Mandetta

Em entrevista nesta quinta-feira (3), Bolsonaro cobrou “humildade” do ministro Luiz Henrique Mandetta, chefe do órgão. “O Mandetta já sabe que a gente está se bicando há algum tempo. Não pretendo demiti-lo durante a guerra. Em algum momento ele extrapolou”, disse.

Prefeitos e governadores também foram melhor avaliados que o presidente. O levantamento mostra que 58% dos brasileiros consideram a gestão estadual ótima ou boa.

Nas últimas semanas, Bolsonaro criticou medidas adotadas por governadores para conter a transmissão da COVID-19.

Mais Recentes da CNN