Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Argentina: Patricia Bullrich anuncia apoio a Javier Milei no 2º turno das eleições presidenciais

    Milei disputa a Presidência da Argentina contra Sergio Massa na votação que ocorrerá em 19 de novembro

    Da CNN

    Patricia Bullrich, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais na Argentina, anunciou nesta quarta-feira (25) que apoiará Javier Milei, candidato do La Libertad Avanza no segundo turno. Ele disputa a Presidência contra Sergio Massa, do partido Unión por la Patria, na votação que ocorrerá em 19 de novembro.

    Bullrich se candidatou pelo partido Juntos por el Cambio, e o destino dos 6,2 milhões de votos que recebeu no primeiro turno, em 22 de outubro, será decisivo para decidir o novo presidente do país.

    “A urgência do momento nos desafia a não sermos neutros”, disse Bullrich na entrevista coletiva. “A Argentina, do nosso ponto de vista, não pode reiniciar um novo ciclo kirchnerista liderado por Sergio Massa.”

    No primeiro turno, o candidato governista e atual ministro da Economia da Argentina, Massa, ficou em primeiro lugar com 36,68% dos votos. Milei, o ultradireitista e autoproclamado libertário, ficou em segundo com 29,89%. Bullrich, candidata da direita conservadora, ficou pouco atrás com 23,85% dos votos.

    Fontes dos dois partidos confirmaram à CNN que Milei e Bullrich se encontraram presencialmente na madrugada desta quarta-feira (25). A reunião teria ocorrido com a presença e na casa do ex-presidente argentino Mauricio Macri, do mesmo partido de Bullrich.

    Durante a campanha eleitoral, em diversas ocasiões Milei atacou o partido Juntos por el Cambio, e já acusou Bullrich especificamente, chamando-a de “lançadora de bombas”.

    Bullrich apresentou uma queixa contra ele por difamação e calúnia, e afirmou que Milei fez as acusações “sabendo que eram falsas” e que apenas procurou “obter uma vantagem eleitoral baseada em mentiras”.

    Em entrevista à CNN em setembro, Bullrich chamou Milei de “teórico sem programa”.

    Na conferência de imprensa desta quarta-feira, questionada sobre os confrontos com Milei, Bullrich disse: “Ontem à noite tive uma reunião com Javier Milei. Conversamos sobre essas declarações.”

    *Publicado por Fernanda Pinotti

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original