Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Atos de 7 de Setembro ajudam a explicar oscilação positiva de Bolsonaro, diz Lavareda

    Pesquisa Ipespe divulgada neste sábado traz Lula com 44% e Bolsonaro com 36%; presidente oscilou positivamente em relação ao último levantamento

    Da CNNVinícius Tadeuda CNN

    São Paulo

    O cientista político e presidente do Conselho Científico do Ipespe, Antonio Lavareda, afirmou, em entrevista à CNN neste sábado (10), que a participação de Jair Bolsonaro (PL) nos atos de 7 de Setembro, na última quarta (7), ajudam a explicar a oscilação positiva na última pesquisa Ipespe/Abrapel para a Presidência.

    A pesquisa divulgada neste sábado traz o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente, com 44% das intenções de voto no primeiro turno, seguido por Bolsonaro, com 36%. Em relação ao levantamento anterior, publicado em 3 de setembro, Lula se manteve estável, e Bolsonaro oscilou um ponto para cima.

    A oscilação se dá em função de alguns fatores, segundo o cientista político. Ele diz que a “percepção dos brasileiros” sobre os atos do 7 de Setembro ajudam a explicar o movimento.

    “Na última quarta-feira, o presidente Bolsonaro praticamente teve toda a mídia ocupada por ele com as grandes manifestações, e fez declarações polêmicas”, aponta Lavareda.

    O cientista político ainda destaca um dos recorte pesquisados pelo Ipespe: uma sondagem sobre a avaliação dos eleitores acerca das declarações de Bolsonaro nas manifestações do Bicentenário da Independência, na última quarta-feira (7).

    “O fato é que os brasileiros, em uma questão da avaliação das declarações do presidente naquele momento, 40% classificaram como ótima ou boa, e ruins ou péssimos foram 35%’, explica

    Lavareda ainda afirmou que a probabilidade de as eleições serem decididas somente no segundo turno vem crescendo. Ele ainda destaca que considerar a possibilidade de vitória em primeiro turno “costuma ser negativo” para campanhas.

    “Isso costuma ser algo negativo, campanhas que apostam em vitória no primeiro turno, quando isso não se verifica. Mesmo quando o candidato chega em primeiro lugar no primeiro turno, isso frustra seus eleitores e passa para a sociedade que, ao invés de vitorioso, o candidato chegou mais ou menos derrotado, embora tenha vencido”, explica o que chama de “paradoxo”.

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

    *Com informações de Danilo Moliterno e Vinícius Tadeu, da CNN