Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bancada do Cidadania na Câmara anuncia independência em relação ao governo Lula

    Deputados vão na contramão do partido, que escolheu apoiar novo governo do PT

    Gabriel Fernedada CNN

    em São Paulo

    A bancada eleita do Cidadania na Câmara dos Deputados anunciou que manterá posição de independência em relação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    O anúncio foi feito neste sábado (14), em uma nota assinada pelo deputado federal Alex Manente (SP).

    De acordo com o posicionamento do partido, serão apoiadas medidas que forem boas para a população, baseado na justiça social e em favor da democracia e do Estado Democrático de Direito.

    Os deputados que compõe a bancada do Cidadania na Câmara na atual legilatura são: Alex Manente (SP), Arnaldo Jardim (SP), Any Ortiz (RS), Amon Mandel (AM) e Carmen Zanotto (SC).

    Tanto os deputados quanto o presidente da legenda, Roberto Freire, votaram contra o apoio ao governo de Lula, durante uma reunião neste fim de semana da direção nacional.

    A decisão da bancada do Cidadania vai na contra-mão da decisão da diretoria nacional do partido, que decidiu apoiar o governo do PT.

    Leia a nota

    A Bancada eleita/reeleita do Cidadania na Câmara dos Deputados vem a público anunciar que manterá a posição de independência em relação ao governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

    Essa posição dos nossos deputados diverge da decisão tomada pela Direção Nacional Cidadania que é favorável a apoiar incondicionalmente o governo do PT.

    Apoiaremos as medidas que sejam boas para nossa população, como aquelas que promovam a justiça social. Sempre seremos a favor da Democracia e do respeito ao Estado Democrático de Direito.

    Mas, não nos furtaremos em criticar e combater possíveis erros da nova gestão federal.

    Também atuaremos na defesa de proposições que se alinharem ao nosso programa partidário e aos nossos princípios.

    A Bancada na Câmara toma a presente decisão, por unanimidade, e está respaldada pelo estatuto do partido, que é contra fechamento de questão.

    Defendemos ainda a sustentabilidade em toda sua compreensão, como também a responsabilidade fiscal e as reformas modernizadoras do nosso país”.

    São Paulo, 14 de janeiro de 2023.

    Alex Manente (SP) – Líder do Cidadania na Câmara dos Deputados