Bolsonaro busca diálogo direto com Alexandre de Moraes

A conversa mais recente ocorreu horas antes de o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, ter se encontrado pessoalmente com Moraes em SP

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes conversaram duas vezes nos últimos dias.

A primeira vez foi na quinta-feira passada (28), um dia depois da operação policial contra militantes bolsonaristas. Essa conversa foi intermediada pelo presidente do Congresso, Davi Alcolumbre. A outra foi nesta segunda-feira (1º) pelo telefone. Desta vez, intermediada pelo presidente do STF, Dias Toffoli.

A conversa desta segunda ocorreu horas antes de o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, ter se encontrado pessoalmente com Moraes em sua residência em São Paulo.

Segundo fontes,  a conversa ocorreu em tom amistoso e teve por objetivo distensionar o ambiente político entre o Palácio do Planalto e o STF

Leia também:

Alexandre de Moraes toma posse no TSE com presença de Bolsonaro e sem discurso

Ministro da Justiça afirma que PF vai investigar vazamento de dados de Bolsonaro

Desde sexta-feira, conforme mostrou a CNN, o governo busca uma aproximação com a corte.  Nesta segunda-feira, diante das movimentações contra o governo do final de semana, houve um aumento nessa disposição do governo. Isso porque foi a primeira vez que o governo enfrentou protestos nas ruas, até então dominas por manifestações bolsonaristas. Além disso, houve diversos manifestos da sociedade civil.

Os próprios generais que circundam Bolsonaro adotaram uma linha de desanuviar o ambiente político

A presença de Bolsonaro na posse de Moraes nesta terça-feira é mais um gesto nesse sentido. Desde a semana passada, com o acirramento das tensões entre o Executivo e o Judiciário, Moraes fez chegar ao governo o interesse de que as investigações pudessem alcançar as ações que podem cassar a chapa de Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão.

Pocurada, a Secretaria de Comunicação do STF disse que não compete a ela tratar de “conversas privadas de ministros”.

O presidente Jair Bolsonaro durante posse dos novos ministros
O presidente Jair Bolsonaro em Brasília
Foto: Alan Santos/PR (29.abr.2020)

 

Mais Recentes da CNN