Bolsonaro cita “terrivelmente evangélico” e parabeniza Mendonça no STF

Em postagem nas redes sociais, presidente relembrou promessa sobre indicação de nome para o Supremo

Jair Bolsonaro e André Mendonça.
Jair Bolsonaro e André Mendonça. Marcelo Camargo/Agência Brasil

Evandro Furonida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais para parabenizar André Mendonça pela aprovação como novo ministro do  Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta (1º). Bolsonaro relembrou a sua frase sobre um ministro “terrivelmente evangélico” ao comentar a aprovação.

“O meu compromisso de levar ao Supremo um ‘terrivelmente evangélico’ foi concretizado no dia de hoje. Foi uma longa espera onde 47 senadores, aos quais agradeço, entenderam ser André Mendonça uma pessoa capacitada para a missão”, escreveu o presidente.

A frase foi um dos motes de campanha do presidente para os seus apoiadores evangélicos. Defensores de Mendonça acusaram o presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de ter atrasado a sua sabatina durante quatro meses exatamente pela sua religião, versão negada pelo senador.

André Mendonça foi aprovado nesta quarta tanto na CCJ quanto no plenário do Senado. A sua aprovação por 47 votos a 32 foi a menor margem entre os atuais representantes atualmente no Tribunal.

O presidente do STF, Luiz Fux, também parabenizou Mendonça pela aprovação, além de indicar que a sua cerimônia de posse deve acontecer ainda neste ano. Segundo apurou a CNN, ela deve acontecer no dia 16 de dezembro. 

Mais Recentes da CNN