Bolsonaro deve ter muitas dificuldades após manifestações, diz Paulinho da Força

Presidente do Solidariedade afirmou que seu partido vai se reunir para discutir um possível impeachment do presidente da República

Produzido por Elis Francoda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta terça-feira (7), o presidente nacional do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve enfrentar um cenário mais difícil no Congresso Nacional após as manifestações do dia 7 de setembro.

“O discurso do presidente foi um pouco disso, de uma pessoa isolada, como um gato preso em um quarto. A partir de agora terá outras reações. O presidente deve ter muitas dificuldades, porque muitos partidos que ainda não tinham se posicionado agora podem apoiar um impeachment”, disse Paulinho à CNN.

Paulinho da Força afirmou que o Solidariedade se reúne na próxima semana para definir se apoia o impedimento do presidente. Pessoalmente, se declarou a favor de um processo contra Jair Bolsonaro.

O deputado interpretou que as manifestações “foram aquém do que nós imaginávamos que seriam”. Ele enfatizou a ausência de líderes políticos do Congresso nos atos desta terça-feira. “O que a gente também viu foi um presidente isolado da política nacional”, afirmou.

Mais Recentes da CNN