Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro recebeu terceiro estojo de joias da Arábia Saudita

    A defesa do ex-presidente informou que o presente será submetido a auditoria do TCU e que "quaisquer presentes encontram-se à disposição para apresentação e depósito, caso necessário"

    Jair Bolsonaro e o príncipe Mohammed bin Salman, em imagem de 2019
    Jair Bolsonaro e o príncipe Mohammed bin Salman, em imagem de 2019 José Dias/PR

    Gustavo Uribeda CNN

    Brasília

    O ex-presidente Jair Bolsonaro recebeu um terceiro estojo de joias da Arábia Saudita.

    A informação foi revelada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e confirmada pela CNN.

    O presente foi recebido durante viagem de Bolsonaro ao país do Oriente Médio em 2019.

    Segundo o jornal, o presente incluiu um relógio, uma caneta, abotoaduras, pingentes e anel.

    Segundo a defesa de Bolsonaro, “os bens foram devidamente registrados, catalogados e incluídos no acervo da Presidência da República”.

    “Todo o acervo de presentes recebidos pelo ex-presidente, em função do relevante cargo que exercia, será submetido a auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União), assim como ocorreu com os mandatários anteriores”, afirmou.

    Em nota, a defesa reiterou ainda que quaisquer presentes encontram-se à disposição “para apresentação e depósito, caso necessário”.

    Em 2021, Bolsonaro também recebeu estojos de jóias da Arábia Saudita. Um deles foi apreendido pela Receita Federal e o outro devolvido após decisão do TCU.