Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro sanciona novo piso salarial de enfermagem

    PL fixa o salário base de enfermeiros no valor de R$ 4.750

    Enfermeira prepara dose de vacina contra Covid-19 para aplicação
    Enfermeira prepara dose de vacina contra Covid-19 para aplicação Foto: REUTERS/Michele Tantussi

    Ingrid OliveiraBrenda Silvada CNN

    Ouvir notícia

    O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou na quinta-feira (4) o projeto de lei que estabelece o piso salarial dos enfermeiros, cujo valor-base ficou definido em R$ 4.750.

    O projeto havia sido aprovado em julho pela Câmara dos Deputados com ampla maioria (449 votos a 12).

    O PL 2564/2020 não havia sido encaminhado para sanção do presidente da República logo após a aprovação porque os parlamentares não haviam inserido na proposta a fonte de recursos.

    Essa situação foi contornada com a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 11/2022, de iniciativa da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA).

    O novo valor estará valendo imediatamente após a publicação no Diário Oficial da União, o que ocorreu nesta sexta-feira (5).

    O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que também participou da cerimônia no Palácio do Planalto, ressaltou o trabalho dos profissionais e disse que “a enfermagem simboliza o cuidado”.

    “E hoje estamos todos aqui, não para comemorar a sanção da lei, que é o ato administrativo, mas juntos com a enfermagem brasileira, fazer com que o mandamento da Constituição Federal de 1988, no artigo 196, que consagra a saúde como um direito de todos e um dever do Estado, se concretize”, afirmou.

    “Agora, por ocasião da pandemia, se diz ‘descobrimos o papel da enfermagem’. Isso não é verdade, basta que alguma pessoa sofra um agravo de saúde para saber a importância da enfermagem”, disse Queiroga.

    Em maio, Bolsonaro já havia afirmado à CNN que iria sancionar o novo piso salarial de enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras, e que estava no aguardo da definição sobre qual seria a fonte de custeio.

    Mais Recentes da CNN