Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Carla Zambelli deve depor à PF sobre hacker Delgatti em setembro

    Polícia Federal intimou deputada federal para prestar esclarecimentos no inquérito em que ela é investigada

    Elijonas Maiada CNN

    em Brasília

    A Polícia Federal (PF) intimou a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) para depor no inquérito que apura informações prestadas pelo hacker Walter Delgatti, o hacker da Vaza Jato.

    A defesa de Zambelli confirmou à CNN que o depoimento deve ocorrer na segunda semana de setembro.

    A deputada é investigada por supostamente contratar o hacker para acessar o sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para incluir um falso mandado de prisão contra o ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Em depoimento à CPMI dos atos de 8 de janeiro, o hacker Walter Delgatti afirmou que Carla Zambelli prometeu a ele um emprego na campanha de reeleição do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

    À Polícia Federal, Delgatti disse que recebeu R$ 40 mil de uma assessora de Zambelli pelo “serviço” e entregou um áudio que comprovaria a contratação. A assessora confirma o áudio, mas nega que o contrato seria para fraude no sistema do CNJ.

    A deputada foi alvo de busca e apreensão pela PF em 2 de agosto e o hacker foi preso novamente. Carla Zambelli nega que tenha contratado Delgatti para irregularidades e diz que ele foi pago para trabalhar no site dela.

    VÍDEO: Hacker prometeu serviço “essencial à democracia” à Carla Zambelli