Celso de Mello tem retorno ao STF adiado para 26 de setembro

Ministro é relator do processo em que Jair Bolsonaro é acusado por Sérgio Moro de interferir na Polícia Federal

Ministro Celso de Mello em sessão no STF
Ministro Celso de Mello em sessão no STF Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

Por orientação médica, o decano do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, ficará mais tempo de licença médica. O afastamento que acabaria nesta sexta-feira foi prorrogado até o dia 26 de setembro. 

O magistrado se recupera de uma cirurgia no quadril.Mello não descarta liberar decisões que elaborou antea da licença mas ainda não tinham sido publicadas.

Leia mais:
Fux assume a presidência do STF em cerimônia em Brasília
Quem são os próximos ministros a deixar o STF
Bastidores: Dias Toffoli pode ir para segunda turma do STF

O ministro é relator do processo em que Jair Bolsonaro é acusado por Sérgio Moro de interferir na Polícia Federal. Ele ainda não decidiu o formato em que Bolsobaro vai prestar depoimento, se presencialmente ou por escrito. 

O retorno do decano da corte também é aguardado por outros ministros que querem concluir julgamento sobre conduta de Moro, ainda como juiz da Lava Jato, em um pedido apresentado pela defesa do ex-presidente Lula. O relator é Gilmar Mendes.

Celso de Mello se aposenta em novembro, quando completa 75 anos, e deixa o tribunal.

(Com a colaboração de Bruno Silva)

Mais Recentes da CNN