Centrão recomenda a Bolsonaro que profissionalize campanha à reeleição

Avaliação é compartilhada por integrantes do governo, para os quais o ideal seria que o presidente se antecipasse e já contratasse especialista

Gustavo Uribeda CNN

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro foi aconselhado por dirigentes do centrão sobre a necessidade de contratar equipe especializada em campanha eleitoral para sua campanha à reeleição.

A recomendação, feita em um encontro recente, é para que o presidente contrate para 2022 uma equipe especializada em campanha eleitoral. Em conversa com o presidente, um líder do centrão lembrou que, em uma disputa à reeleição, Bolsonaro terá menos disponibilidade para eventos e viagens, já que seguirá à frente do Palácio do Planalto.

A avaliação é compartilhada por integrantes do governo, para os quais o ideal seria que o presidente se antecipasse e já contratasse um publicitário especialista em marketing político.

 

Na avaliação deles,  quanto mais cedo o presidente começar a construir um discurso de reação às crises econômica e sanitária, mais chances ele terá de ter êxito em relação a críticas de candidatos adversários. Em 2018, o hoje presidente não contou com a figura de um marqueteiro oficial ou de uma estrutura profissional de campanha eleitoral.

Apesar do conselho do centrão, ministros mais próximos ao presidente dizem que a intenção de Bolsonaro é manter, pelo menos à frente da campanha digital, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Bolsonaro no Alvorada (2 de maio de 2021)
Bolsonaro no Alvorada (2 de maio de 2021)
Foto: Reprodução / CNN

No Palácio do Planalto, o nome do publicitário Sérgio Lima é citado como uma opção para a função. Ele ajudou no processo de formação do Aliança pelo Brasil, partido que vinha sendo elaborado por Bolsonaro, e atua junto a congressistas de centro e de direita.

Procurado pela CNN, Lima disse que não houve contato com integrantes do governo para discutir a questão.

 

Mais Recentes da CNN