Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Dois Lados: embate entre governo e oposição sobre leilão de arroz gera polêmica

    Deputados debatem necessidade de importação de arroz e suspeitas de fraude em leilão anulado pelo governo federal

    Da CNN

    A compra de arroz pelo governo federal tem gerado polêmica e embate entre governo e oposição. O leilão realizado na última semana para importação de arroz foi anulado devido a suspeitas de fraudes, gerando o pedido de demissão do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Nery Geller.

    Críticos da concorrência afirmam que não há necessidade de importar arroz, pois mais de 80% da safra do Rio Grande do Sul já tinham sido colhidas antes mesmo das enchentes. Por outro lado, o ministro Paulo Teixeira defendeu a realização de um novo edital.

    No CNN Dois Lados desta sexta-feira (14), apresentado por Basília Rodrigues e exibido no CNN Novo Dia, os deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e Luciano Zucco (PL-RS) apresentaram seus argumentos sobre o tema.

    Posições divergentes

    O deputado Luciano Zucco (PL-RS), autor do pedido de CPI do Arroz, acusa o governo de mentir sobre o aumento de preços e alega envolvimento de empresas suspeitas no leilão. Ele afirma ter dados que comprovam irregularidades e quer convocar autoridades para depor na CPI.

    Já o deputado Carlos Zarattini (PT-SP) defende a necessidade do leilão para baixar os preços do arroz após as enchentes no Rio Grande do Sul. Ele nega que o objetivo seja proteger o agronegócio e diz que o governo anulou o leilão após denúncias de irregularidades.

    Impasse sobre a CPI

    Enquanto Zucco alega que a CPI investigaria os preços e as possíveis fraudes no leilão, Zarattini afirma que a oposição apenas quer criar um “palanque eleitoral” na Câmara. Caso a CPI seja instalada, o governo participará do debate, mas prefere focar em questões como a reconstrução do Rio Grande do Sul após as enchentes.

    Os textos gerados por inteligência artificial na CNN Brasil são feitos com base nos cortes de vídeos dos jornais de sua programação. Todas as informações são apuradas e checadas por jornalistas. O texto final também passa pela revisão da equipe de jornalismo da CNNClique aqui para saber mais

    *Produzido por Basília Rodrigues