Com apoio a Tebet, MDB e PSDB discutirão programa conjunto de governo

Expectativa é de que os dois partidos marquem um encontro nas próximas semanas para discutir pontos em comum

Simone Tebet, pré-candidata à Presidência da República
Simone Tebet, pré-candidata à Presidência da República Pedro França/Agência Senado

Gustavo Uribeda CNN

Brasília

Ouvir notícia

Com a expectativa de um anúncio de apoio à senadora Simone Tebet nesta quinta-feira (9), PSDB e MDB pretendem discutir a composição de um programa de governo único nas próximas semanas.

Responsável pelas diretrizes da campanha da senadora, o ex-governador gaúcho Germano Rigotto disse à CNN que irá sugerir ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, para que a sigla envie contribuições para o plano de governo.

A expectativa é de que, nas próximas semanas, Rigotto se reúna com o deputado federal Rodrigo Maia (PSDB-RJ), que estava à frente da proposta de governo da candidatura presidencial do ex-governador de São Paulo João Doria.

“Eu pretendo conversar com o Bruno Araújo e telefonar para o Rodrigo Maia”, disse Rigotto à CNN. “Nós não divulgamos o programa de governo, apenas as diretrizes gerais, justamente à espera da definição do apoio, para trabalharmos juntos”, acrescentou.

Uma das propostas dos tucanos já foi incorporada pelo MDB: a adoção de uma Lei de Responsabilidade Social, com metas para a redução da desigualdade social. A iniciativa foi sugerida pelo senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE), que deve ocupar o posto de candidato a vice-presidente de Tebet.

As últimas pesquisas eleitorais mostraram desempenho melhor da senadora no Sul e no Sudoeste e entre um eleitorado de maior renda e de faixa etária mais elevada.

A estratégia desenhada pela campanha eleitoral é, neste momento, tornar a emedebista mais conhecida, já que seu nível de desconhecimento ainda é alto.

Em um primeiro momento, a ideia é aumentar o percentual da senadora nas duas regiões, com viagens já marcadas para as próximas semanas, e, posteriormente, iniciar périplo pelo Nordeste, incluindo o Ceará do senador tucano.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN