Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula tem pneumonia leve, cancela agenda e adia embarque para China

    Viagem, que aconteceria no sábado (25), foi adiada para domingo (26); o presidente cancelou a agenda desta sexta (24) e deve permanecer no Palácio da Alvorada

    Da CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) adiou a viagem para a China para domingo (26) após ser diagnosticado com uma pneumonia leve. Ela estava prevista para o início da tarde de sábado (25).

    Segundo Paulo Pimenta, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Lula está no Alvorada após ter realizado exames no hospital Sírio-Libanês na quinta (23) à noite, que identificaram a doença.

    “O presidente está com pneumonia leve e irá, por conta disso, adiar para domingo o início da sua viagem para a China”, escreveu Pimenta.

    À CNN, o médico Roberto Kalil, que faz parte da equipe que acompanha a saúde de Lula, confirmou que o quadro do presidente é bom, que ele está medicado e que, com a recuperação mantida, deve viajar no domingo.

    A agenda do presidente para esta sexta-feira (24) também foi cancelada. Estava prevista uma reunião com ministros no Palácio do Planalto e uma reunião de emergência com a coordenação política do governo, convocada por Lula, para definir a estratégia de atuação do governo na crise entre as lideranças da Câmara e do Senado sobre o rito de aprovação das medidas provisórias.

    Lula deve ficar no Palácio da Alvorada pelo resto do dia.

    O principal compromisso durante a viagem à China, que é o encontro entre Lula e o presidente chinês Xi Jinping, está marcado para ocorrer apenas na terça-feira (28). Portanto, o adiamento do embarque não deve prejudicar o encontro entre os líderes.

    Os médicos responsáveis pela saúde do presidente costumam estar mais atentos a quadros respiratórios, por conta do diagnóstico de câncer na laringe que o presidente recebeu em 2011.

    Pouco após as eleições do ano passado, no final de novembro, Lula passou por um procedimento de retirada de lesão na laringe. Ele retirou uma leucoplasia – lesão que se manifesta com placas brancas nas superfícies da mucosa oral – da prega vocal esquerda.

    A leucoplasia foi detectada após uma série de exames de rotina que o presidente Lula fez no início de novembro, e que também apontaram alterações inflamatórias decorrentes do esforço vocal.

    Segundo a equipe médica do presidente informou na época, os demais resultados foram normais e seguem apontando completa remissão do tumor diagnosticado em 2011.

    *Publicado por Marcelo Tuvuca e Fernanda Pinotti