Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Conselho de Ética da Alesp rejeita processo de Isa Penna contra Delegado Olim

    Deputado disse em entrevista que deputada teria tido "sorte" em episódio de importunação sexual pelo colega Fernando Cury

    Felipe Romeroda CNN

    São Paulo

    O Conselho de Ética da Alesp votou pela rejeição do processo da deputada Isa Penna (PCdoB) contra o colega Delegado Olim (PP).

    Olim afirmou em entrevista no mês de abril que a deputada teria tido “sorte” após ser vítima de importunação sexual cometida pelo também deputado Fernando Cury (União Brasil) e que seria reeleita graças a isso.

    O resultado da votação de hoje foi de 6 votos a 4 pela não admissibilidade. O Conselho de Ética havia acolhido a denúncia de Isa Penna no dia 25 de abril.

    Além do pedido de afastamento e abertura do processo disciplinar, Penna também pedia que o Conselho “apurasse eventual suspeição ou impedimento do representado, especialmente naquele feito que culminou com a absurda penalidade de suspensão de Cury”, citando o afastamento de seis meses a que Cury foi submetido após o caso de importunação sexual.

    Posteriormente, Olim afirmou que “se expressou mal em sua fala e que, conhecendo o deputado, sabia que ele não teve em nenhum momento a intenção de fazer aquilo, mas mereceu ser punido porque mulher precisa de respeito sempre.”

    Veja como votaram os integrantes do Conselho de Ética pela admissibilidade ou não da ação:

    Adalberto de Freitas (PSDB) – NÃO
    Enio Tatto (PT) – SIM
    Barros Munhoz (PSDB) – NÃO
    Wellington Moura (REPUBLICANOS) – NÃO
    Professor Kenny (PP) – substituto do Delegado Olim – NÃO
    Campos Machado (AVANTE) – NÃO
    Marina Helou (REDE) – SIM
    Erica Malunguinho (PSOL) – SIM
    Alex de Madureira (PL), substituto do corregedor Estevam Galvão (UNIÃO) – NÃO
    Maria Lúcia Amary (PSDB) , presidente da Comissão – SIM