Conversas sobre federação entre PSDB e Cidadania avançam

Senador Alessandro Vieira (Cidadania) diz que sua pré-candidatura à Presidência segue mantida por enquanto; PSDB espera apoio ao pré-candidato João Doria

Fernanda Pinottida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A discussão sobre uma federação entre o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e o Cidadania tem avançado. As informações são da repórter da CNN Tainá Falcão.

A executiva nacional do PSDB se reuniu nesta quinta-feira (27) para avançar nessa negociação. Bruno Araújo, presidente nacional do partido, disse que o retorno sobre o assunto chegará em até 15 dias.

Outras alas do partido avaliam que o gesto é uma demonstração de apoio ao Cidadania por conta das regras eleitorais. Para os aliados de João Doria, a definição é importante, por conta de tempo de televisão para o candidato, parlamentares aliados ao Cidadania e a soma de força política ao projeto presidencial do PSDB.

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, se mostrou contente com o avanço demonstrado pelo outro lado. Ele afirmou à analista de política da CNN Renata Agostini que seu partido já havia designado uma comissão para cuidar disso e apenas esperava uma sinalização positiva do PSDB.

Outras negociações

O Cidadania já havia iniciado conversas sobre uma possível federação com MDB (Movimento Democrático Brasileiro), PDT (Partido Democrático Trabalhista) e Podemos, mas as negociações não seguiram em frente, principalmente por fatores regionais. Freire garantiu que a prioridade de sua sigla no momento é acelerar a discussão com o PSDB.

O senador Alessandro Vieira atualmente é pré-candidato à Presidência pelo Cidadania. Freire disse que a retirada ou não de sua pré-candidatura só será discutida caso a federação aconteça de fato.

Pré-candidatura mantida

O analista de política da CNN Leandro Resende falou com o senador e ele afirmou que a pré-candidatura segue mantida por enquanto. Caso a federação seja definida, Vieira disse que é preciso estabelecer como seria o processo de escolha da pré-candidatura a ser mantida.

“Não pode ser manda quem pode e obedece quem tem juízo”, de acordo com Alessandro Vieira.

De acordo com a apuração de Tainá Falcão, o PSDB já considera como certo o apoio da federação à candidatura de Doria.

Veja os possíveis candidatos à Presidência da República em 2022

 

Mais Recentes da CNN