Senado pede que Procuradoria da República no DF apure falas de Wajngarten à CPI

Durante a sessão da CPI desta quarta-feira (12), Renan Calheiros chegou a pedir a prisão de Wajngarten

Gregory Prudenciano, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Senadores que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia vão pedir à Procuradoria da República no Distrito Federal que sejam apuradas as declarações do ex-secretário de Comunicação Social da Presidência da República Fabio Wajngarten à investigação que acontece no Senado Federal. 

O despacho, assinado inclusive pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), foi obtido pelo analista da CNN Fernando Molica. A intenção é deixar para o Ministério Público Federal (MPF) a atribuição de estabelecer se Wanjgarten efetivamente mentiu à comissão na condição de testemunha, o que poderia levá-lo à prisão. 

Wajngarten prestou depoimento à CPI nesta quarta-feira (12). Em uma sessão tensa, o relator do inquérito, Renan Calheiros (MDB-AL), chegou a pedir a prisão do ex-secretário, mas Aziz negou a requisição do relator. 

Aziz justificou a decisão afirmando que “não é impondo a prisão de alguém que a CPI vai dar resultado” e que não é uma pessoa injusta.

O texto do despacho foi lido por Omar Aziz na volta do depoimento de Wajngarten, que foi interrompido por uma sessão no Senado. 

Senado pede que Procuradoria apure falas de Wajngarten na CPI da Covid
Senado pede que Procuradoria apure falas de Wajngarten na CPI da Covid (12.mai.2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN