Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Entendo que não houve envolvimento direto das Forças Armadas” em atos, diz Múcio

    Ministro da Defesa afirmou, entretanto, que "se algum elemento, individualmente, teve sua participação, ele vai responder como cidadão"

    Da CNN

    O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, afirmou nesta sexta-feira (20) acreditar que não houve envolvimento direto das Forças Armadas nos atos criminosos de 8 de janeiro.

    “Entendo que não houve envolvimento direto das Forças Armadas, agora, se algum elemento, individualmente, teve sua participação, ele vai responder como cidadão”, disse o ministro.

    “Os militares estão cientes e concordam que vamos tomar as providências. Evidentemente, no calor da emoção, precisamos ter cuidado para que os julgamentos e acusações sejam justas para que as penas sejam justas. Mas tudo será providenciado no seu tempo”, acrescentou Múcio.

    Ao ser questionado se as Forças Armadas cumpririam seu papel caso aconteça um novo ato criminoso semelhante ao de 8 de janeiro, Múcio declarou que “outro [ataque] daquele não vai acontecer, até porque as Forças Armadas irão se antecipar”.

    Mais cedo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), José Múcio Monteiro, os chefes das Forças Armadas e empresários se reuniram no Palácio do Planalto.

    De acordo com o ministro da Defesa, o encontro serviu para discutir investimentos na indústria de defesa do Brasil. “Tratamos da capacidade de geração de empregos que o Brasil tem na indústria de defesa”.

    (Publicado por Lucas Schroeder)