Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ex-ministro da Defesa de Bolsonaro desiste de assumir direção-geral do TSE

    Fernando Azevedo alegou questões de saúde para declinar do convite feito pelo ministro Alexandre de Moraes

    Ex-ministro da Defesa, Fernando Azevedo
    Ex-ministro da Defesa, Fernando Azevedo 04/02/2020REUTERS/Adriano Machado

    Thais Arbexda CNN

    Brasília

    Ouvir notícia

    Ex-ministro de Jair Bolsonaro, o general da reserva do Exército Fernando Azevedo desistiu de assumir a direção-geral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A informação foi divulgada pela “Veja” e confirmada pela CNN.

    Azevedo alegou questões de saúde para declinar do convite feito pelo ministro Alexandre de Moraes, que assume a presidência da corte eleitoral em agosto.

    A CNN apurou que o ex-ministro da Defesa deve ser submetido a procedimentos cardiológicos e, por isso, decidiu não assumir o posto considerado chave na estrutura do TSE. A tendência, agora, é de que o ministro Edson Fachin, que toma posse na presidência do tribunal no próximo dia 22, mantenha no cargo o atual diretor-geral, Rui Moreira.

    Integrantes do tribunal dizem, no entanto, que Moraes deve buscar outro nome para o posto quando seu mandato na presidência do TSE se iniciar.

    Mais Recentes da CNN