Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Força Nacional vai atuar na segurança da posse presidencial

    Equipe vai participar, em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF), das atividades de escoltas da posse presidencial que acontece no próximo domingo (1º)

    Lucas Rochada CNN

    em São Paulo

    A Força Nacional de Segurança Pública vai atuar, em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas atividades de escoltas da posse presidencial que acontece no próximo domingo (1º). A operação acontece no período de 27 de dezembro a 2 de janeiro de 2023.

    A ação foi autorizada pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública substituto, Antônio Ramirez Lorenzo, e publicada no Diário Oficial da União. A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública.

    O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

    O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), declarou, em entrevista à CNN, que até 8.000 policiais podem ser acionados para atuar na posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    O futuro ministro da Justiça, Flávio Dino, informou à CNN que solicitou ao governo do Distrito Federal o fechamento da Esplanada dos Ministérios a partir da próxima sexta-feira (30).

    O objetivo, segundo integrantes do novo governo, é preparar a avenida para a cerimônia de posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no próximo domingo (1º), e fazer uma varredura completa para garantir a segurança dos presentes.

    (Com informações de Gustavo Uribe e Douglas Porto, da CNN)