Garcia: Rodrigo Pacheco lava as mãos no contencioso entre presidente e Supremo

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta (26), o jornalista avaliou a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, de rejeitar o pedido de impeachment do ministro do STF Alexandre de Moraes

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (26), o jornalista Alexandre Garcia avaliou a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), de rejeitar o pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, protocolado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Pacheco disse que tomou a decisão após a advocacia-geral do Senado emitir um parecer e afirmar que o pedido feito pelo Palácio do Planalto não tem fundamento e não tem amparo na lei que disciplina o que poderia configurar um pedido de impeachment de um ministro da Corte. O presidente do Senado viu a decisão como um marco para restabelecer relações entre os Poderes da República.

“Agora o presidente do Senado está sendo o representante de Roma em Jerusalém, está sendo Pilatos, está lavando as mãos no contencioso entre o presidente e o Supremo. Eu fico pasmo com a ironia que é ele falar em separação de Poderes, quando foi ele que aceitou uma imposição do ministro Luís Roberto Barroso de abrir a CPI da Pandemia, quando havia outras CPIs de acordo com o ritmo e agenda do Senado”, disse o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião / CNN Brasil (26.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN