Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Janja visita áreas atingidas por novo ciclone no Rio Grande do Sul

    Acompanhada do ministro Paulo Pimenta, a primeira-dama esteve nas cidades gaúchas de Estrela, Muçum e Arroio do Meio

    Leonardo Rodriguesda CNN

    São Paulo

    A primeira-dama Janja Lula da Silva esteve no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (28). Ao lado do ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência, Paulo Pimenta, ela visitou áreas afetadas novamente por um ciclone extratropical.

    O presidente Luiz Inácio Lula da SIlva (PT) não acompanhou a agenda por recomendação médica, já que se prepara para a cirurgia que fará no quadril nesta sexta-feira (29).

    Em publicação numa rede social, Janja diz que “esse é um momento de solidariedade, união e reconstrução”.

    A prefeitura de Muçum informou que a primeira-dama e o ministro se encontraram com o prefeito Mateus Trojan (MDB), que presenteou Janja com uma camiseta do “Movimento Recupera Muçum”, e visitaram locais atingidos pelas cheias.

    O município foi um dos 97 afetados pelo fenômeno que acometeu a região Sul no início do mês, com 16 mortos. No total, foram 47 mortes confirmadas no Rio Grande do Sul e uma em Santa Catarina.

    Na ocasião, a primeira-dama foi criticada ao publicar um vídeo na chegada à Índia, onde acompanhou o presidente na cúpula do G20, em que dizia “me segura que eu já vou sair dançando”, enquanto a tragédia ocorria no Brasil. Após a repercussão, ela excluiu o conteúdo.

    Veja: Janja exclui vídeo “quase dançando” ao chegar à Índia