Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    COP27

    Combate às mudanças climáticas deve ser um compromisso, diz Lula ao embarcar para COP27

    Presidente eleito participará da Cúpula do Clima da ONU e sua agenda inclui encontro com governadores da Amazônia, pronunciamento na área da ONU, além de reuniões com chefes de Estado

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva
    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva Ricardo Stuckert

    CNN Brasil

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarcou, na manhã desta segunda-feira (14), no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, em viagem para o Egito, onde participará da COP27.

    A informação do embarque foi confirmada pela assessoria de Lula por volta das 08h da manhã. Ele chegou ao aeroporto de helicóptero.

    “O combate às mudanças climáticas deve ser um compromisso do Estado brasileiro”, escreveu Lula no Twitter nesta manhã.

    A agenda de Lula na Cúpula do Clima da ONU, que acontece na cidade egípcia de Sharm el-Sheikh, inclui encontro com governadores da Amazônia, pronunciamento na área da ONU, além de reuniões com chefes de Estado.

    Na quarta-feira, 16, Lula participa, às 11 horas (6 horas no fuso de Brasília) do evento “Carta da Amazônia – uma agenda comum para a transição climática”, junto com os governadores Waldez Góes (PDT-AP) Gladson Cameli (PP-AC), Mauro Mendes (União-MT), Helder Barbalho (MDB-PA), Wanderlei Barbosa (Republicanos-TO), e Marcos Rocha (União-RO).

    Às 17h15 (12h15 no fuso de Brasília) de quarta, Lula faz pronunciamento na área das Nações Unidas (zona azul). Na quinta-feira, 17, às 10 horas (5h em Brasília), Lula se encontra com representantes da sociedade civil brasileira no pavilhão Brazil Hub, e, às 15 horas (10h em Brasília), com o Fórum Internacional dos Povos Indígenas/Fórum dos Povos sobre Mudança Climática.

    Ainda segundo informações da âncora CNN Daniela Lima, trazidas na última sexta-feira (11), Lula também terá reuniões, ainda na COP, com o secretário-geral da ONU, António Guterres, e com o presidente do Egito, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi. Ambos sem data definida.

    Após a COP, o petista vai para Portugal, onde tem encontro com os chefes de Estado Marcelo Rebelo, presidente do país, e o primeiro-ministro, António Costa.

    Lula passou por exames em São Paulo

    No último sábado (12), antes de embarcar rumo ao Egito, Lula esteve no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para avaliação clínica multidisciplinar de rotina. Os exames, segundo o boletim médico, “seguem mostrando completa remissão do tumor (na laringe) diagnosticado em 2011”.

    O exame mostrou, contudo, “alterações inflamatórias decorrentes do esforço vocal e pequena área de leucoplasia na laringe”. A leucoplasia é uma mancha ou placa branca na mucosa da corda vocal, geralmente benigna.

    Lula deve ser um dos destaques na segunda semana da COP27

    Aliados têm dito que Lula vai carregar no simbolismo de sua presença na Cúpula do Clima para tentar mostrar ao mundo que “o Brasil está de volta” às negociações sobre o clima.

    A ideia é que ele diga aos líderes com quem se encontrar que vai mudar radicalmente a agenda ambiental brasileira, dando especial importância à preservação da Amazônia.

    A Amazônia, aliás, vai certamente ser o tópico mais importante das discussões do petista com os líderes mundiais em Sharm el-Sheik.

    As maiores autoridades dos EUA presentes à COP27 fizeram menções públicas à necessidade de se proteger a floresta amazônica em dois dias consecutivos.

    Na sexta-feira (11), o próprio presidente dos EUA, Joe Biden, citou a Amazônia em seu discurso na COP27, no qual pediu o fim do desmatamento de florestas pelo mundo.

    No dia seguinte, sábado (12), foi a vez do enviado especial para o clima dos EUA, John Kerry, afirmar mais uma vez que a Amazônia precisa ser preservada.Essa falas mostram a preocupação de alguns dos principais líderes do mundo com o desmatamento do bioma no Brasil.

    Publicado por Léo Lopes, com informações de Bruno Laforé, da CNN