Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula passará por cirurgia no quadril em Brasília para evitar locomoções no pós-operatório

    Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência informou à CNN que a cirurgia será feita pela equipe médica de São Paulo que acompanha o presidente há anos

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 30/08/2023REUTERS/Adriano Machado

    Pedro TeixeiraTainá Falcãoda CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) passará por um procedimento cirúrgico no quadril na próxima semana, em Brasília, no dia 29 de setembro.

    A Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência informou à CNN que a cirurgia será feita pela equipe médica de São Paulo que acompanha o presidente há anos, mas acontecerá na unidade de Brasília do Hospital Sírio-Libanês.

    A decisão foi tomada para evitar locomoções no pós-operatório e dar mais conforto ao presidente.

    “É uma cirurgia na qual a gente substitui a cabeça do fêmur por uma cabeça protética e é feito um revestimento na região da bacia conhecida por acetábulo, que é onde ocorre o encaixe da cabeça do fêmur na bacia, com uma taça ou uma cúpula acetabular”, explicou Leandro Ejnisman, ortopedista do Hospital Israelita Albert Einstein, à CNN.

    Presidente adiou lançamento do Novo PAC em SP por dores

    O governo federal confirmou o adiamento do evento que iria lançar o Novo PAC no estado de São Paulo. A cerimônia estava prevista para acontecer na próxima segunda-feira (25), na capital paulista.

    O adiantamento aconteceu a pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tem enfrentado fortes dores no quadril e deve passar por uma cirurgia na região na próxima semana.

    Veja também: Lula vai fazer cirurgia e Alckmin assumirá viagens do presidente

    Uma nova data deve ser marcada para depois do tratamento de saúde do presidente.

    Segundo fontes, São Paulo é um dos estados em que Lula faz questão de estar presente para lançar o PAC. Ele também quer fazer o lançamento em Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

    Lula decidiu permanecer em Brasília até a cirurgia porque deve definir questões importantes: suas indicações para a Procuradoria Geral da República (PGR) e para o Supremo Tribunal Federal (STF).

    O evento do PAC iria reunir pela primeira vez em uma cerimônia pública em São Paulo o presidente Lula e o governador do estado, Tarcísio de Freitas.

    O PAC deve investir mais de R$ 179 bilhões em obras e serviços em São Paulo, entre as principais estão a implantação de túnel Santos – Guarujá, a extensão da Linha 2 Verde do Metrô, Trem de Passageiros São Paulo – Campinas e moradias Minha Casa, Minha Vida.