Marinho pede mais R$ 550 milhões para atingidos pelas chuvas

Ministro do Desenvolvimento Regional afirma que precisa de nova verba para reconstrução dos estragos, além de mais recursos para mitigar seca no Sul

Ministro do Desenvolvimento, Rogério Marinho
Ministro do Desenvolvimento, Rogério Marinho Valter Campanato/Agência Brasil (11.fev.2020)

Tainá Farfanda CNN

em Brasília

Ouvir notícia

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou à CNN que o crédito extraordinário aberto nesta sexta-feira (21) no valor de R$ 550 milhões será destinado à assistência inicial dos estragos causados pelas chuvas, como abrigo, alimentos, água e cobertores.

Para reconstrução de estruturas danificadas, como casas, pontes e estradas, Marinho afirma que é preciso de mais, pelo menos, o mesmo valor já liberado. Segundo o ministro, o pedido de novos recursos foi solicitado e está em análise no Ministério da Economia.

Além das chuvas, a seca no Sul do país também tem exigido atenção. O ministro do Desenvolvimento Regional afirma que aguarda liberação de verba para investir na região.

O governo federal começou a liberar verba para recuperação dos estragos causados pelas chuvas no dia 28 de dezembro, com a publicação da medida provisória que liberou R$ 200 milhões para a recuperação de rodovias.

Após pressão do governador da Bahia, Rui Costa, que considerou insuficiente a verba de R$ 80 milhões para a reconstrução de estradas, o governo federal liberou mais R$ 700 milhões em 30 de dezembro ao Ministério da Cidadania para assistência social e alimentar.

Mais Recentes da CNN