Militares se surpreendem com novo cotado para o STF

Nome de Kassio Nunes vinha sendo construído nos bastidores a partir de consórcio entre senador Ciro Nogueira, principal liderança do Centrão, e Flávio Bolsonaro

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

Militares próximos ao presidente Jair Bolsonaro ficaram surpresos com a entrada no circuito do nome do desembargador Kassio Nunes como cotado para uma vaga para o Supremo Tribunal Federal.

Alguns deles nunca tinham ouvido falar de Kassio, nome que vinha sendo construído nos bastidores a partir de um consórcio entre o senador Ciro Nogueira, principal liderança do Centrão, e o filho mais velho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro. Outros apostam que é apenas mais um indicado, é um nome forte mas que não é prematuro tratar como certo e que o presidente vai avaliar a repercussão do nome.

O processo vem sendo lembrado como o mesmo que Bolsonaro fez para indicar um nome para a Procuradoria-Geral da República. Augusto Aras despontou como favorito mas depois perdeu força conforme o presidente foi ouvindo outros cotados. Depois, voltou para ser finalmente nomeado. 

Leia também:

Quem é Kassio Nunes Marques, cotado para vaga de Celso de Mello no STF

Fux fica de fora de conversas que devem levar Kassio Nunes ao Supremo

Em princípio, o nome de Kassio pegou muito bem em Brasília. Além do Congresso e de boa parte da ala “garantista” do STF, que participou dos encontros do desembargador com o presidente via Gilmar Mendes e Dias Toffoli, advogados que atuam nas cortes superiores elogiaram o nome e também religiosos.

O motivo é que Kassio é considerado um conservador moderado com perfil técnico, discreto e visão humanista, e que portanto tenderia ao garantismo judicial. Foi lembrado também que ele já estava em campanha para uma vaga no Superior Tribunal de Justiça, tendo seu nome chegado ao Palácio do Planalto por meio dessa campanha.

Sua atuação como desembargador, seja no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, seja no Tribunal Regional Federal, foi avaliada como sem grandes destaques em termos jurídicos.

Mais Recentes da CNN