Molica: É razoável supor que STF prorrogará suspensão de despejos até 2022

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (6), comentarista Fernando Molica fala sobre possível prorrogação até março de 2022 da suspensão de despejos

Gabriel Fernedada CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No Liberdade de Opinião desta segunda-feira (6), Fernando Molica analisa o início do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a suspensão de despejos durante a pandemia de Covid-19.

Para Molica, a tendência do STF é que, até pela limitação do prazo de extensão da suspensão, renove a proibição até março de 2022. O ministro Eduardo Barroso já teve seu voto divulgado, e foi favorável a manutenção da liminar.

“Não dá para adivinhar, mas eu apostaria nessa manutenção, por que ela tem um prazo limitado, até março do ano que vem”, opinou Molica.

O objetivo do Supremo com essa votação é a de prorrogar a lei que estabelecia prazo até o fim deste ano para suspender despejos de locatários. Se aprovado, o prazo passa a ser em março do ano que vem.

O Liberdade de Opinião teve a participação de Fernando Molica e Ricardo Baronovsky. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN