Moraes dá 24 h para secretaria e hospital explicarem novo vídeo de Roberto Jefferson

Ministro do STF quer saber como e quando o vídeo foi gravado, uma vez que contraria as medidas restritivas impostas ao político

Daniel Adjuto

Ouvir notícia

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou que o secretário de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, Fernando Veloso, e o diretor do Hospital Samaritano Barra expliquem, em 24 horas, as circunstâncias da gravação e divulgação de um vídeo feito pelo ex-deputado Roberto Jefferson no último dia 14.

Na gravação, o presidente do PTB faz novos ataques ao ministro. “Oro em desfavor do Xandão”, diz Jefferson, como revelou o jornalista Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Moraes quer saber como e quando o vídeo foi gravado, uma vez que contraria as medidas restritivas impostas ao político.

A gravação teria sido divulgada um dia depois de o ministro determinar o retorno do ex-deputado à prisão de Bangu 8, no Rio de Janeiro, após alta médica.

A CNN entrou em contato com Fernando Veloso, o diretor do Hospital Samaritano Barra e a defesa de Roberto Jefferson, que não se manifestaram até o momento.

Mais Recentes da CNN